sexta-feira, 31 de julho de 2009

ALMEJANDO


Sá de Freitas
Soubesse eu escrever com mais destreza,
Com mais conhecimento, uma poesia,
Não há dúvida alguma que eu iria,
Os encantos mostrar da Natureza.
*
Pudesse eu ser mais sábio e ter certeza,
De que jamais me perco em fantasia,
Por certo, eu juro, que descreveria
Do amor toda a essência da grandeza.
*
Pudesse eu compreender mais esse mundo,
Quem sabe eu poderia ir mais profundo,
Nos corações de quem meus versos lê..
*
Mas como eu não possuo arte ou engenho
Para escrever, eu simplesmente venho,
Desejar muita paz para você.
Para conhecer outros trabalhos de Sá de Freitas, clique aqui!

Nenhum comentário: