sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Uma lição de coração.

Por gentileza, assistam o vídeo antes de ler.

video


Eu particularmente desde a infância acredito que a única coisa que nos difere dos animais é o corpo. Mesmo eles vivendo segundo os instintos e nós pelas emoções. Talvez seja nisso que erramos...

O instinto do animal sabe que participa de um todo, as emoções geralmente são egoístas. Não se choque com essa minha afirmação. Muitos humanos se guiam apenas pelos instintos parecendo uma pedra e de gelo! É possível ver as emoções nos animais mesmo ele precisando se guiar pelo instinto. Mas elas não se guiam por essas emoções, apenas as encaixam naquilo que devem fazer.


Assim como toda a Natureza, os animais tentam todos os dias ser colaboradores do Supremo, insistindo em nos lembrar quem realmente somos! A mesma distância que existe entre nós e Deus, existe entre nós e os animais: pra eles somos deuses.


Deus e´a própria misericórdia em pessoa por ser o próprio amor! Sua compaixão não tem fim! Apesar de durante séculos e séculos a humanidade tentar pintar através das religiões um Deus punidor e carrasco, andar com Ele mostra o contrário.


Os animais possuem algo que o ser humano perdeu ainda no jardim. Não havia mal e apenas os frutos da alma se manifestavam porque eram almas viventes!

Tanto que depoi
s do primeiro mal contaminar sua carne, o homem percebeu que estava nú.

Crianças até certa idade não conhecem o que é pudor ou vergonha, pois a inocência bloqueia qualquer maldade. Assim era o primeiro de nossa raça e assim se comporta nossa alma.

A alma tem o poder de ver através dos olhos do outro a tal ponto de saber que o que dói no outro é a mesma dor que pode doer em si.

Movido pelos anseios da carne, o ser humano manifesta apenas o que vem da carne. E o que vem é negativo trazendo consigo uma série de consequências também negativas. Vem o egoísmo, a avareza, o individualismo, a soberda e tudo o mais.


Cada vez que o ser humano avança a permanência neste tempo seguindo- se em gerações, perde cada vez mais sua origem: imagem e semelhança de Deus.

Semana passada disse a um amigo que as religiões do mundo são um mal necessário de influência em massa. Antigamente, as pessoas acreditavam mais em Deus e não se via tão banalmente tudo o que vemos de violência e agressão contra o próximo que pertence a própria raça.

As religiões são o fio da meada para as descobertas de um caminho que conduz a própria origem e consequentemente a Deus! Não importa o julgamento que cada um tenha sobre qualquer uma delas, cada um acredita no que quer, porque cada um sabe de si mesmo e da própria necessidade.


Uma das coisas perdidas pelo ser humano é o senso de coletividade. Animais em bando trabalham mutuamente para que todos estejam seguros e em harmonia.

Até mesmo os que não vivem em bandos como os gatos que acredita- se serem individualistas!


Duas de minhas gatas que são irmãs se ajudaram mutuamente quando ambas tiveram filhotes: uma protegia os filhotes e a outra amamentava.


O ser humano precisa deixar de lado as discussões sobre evolução e sua necessidade, sobre assuntos que cultuam seus egos e simplesmente evoluir!


Bem perto de nós existem pessoas necessitadas, que sentem as mesmas dores, frustações e desejam as mesmas coisas deste mundo! Oferecer um prato de comida é uma solução imediata e provisória,
mas não vai mudar em nada a vida da pessoa, só acalma nossa consciência.z

Me pergunto todos os dias porque é tão difícil ao ser humano ceder, calar, doar desinteressadamente sem nada querer em troca! O sistema desde mundo contaminou a tudo, tornando- se a própria besta! Ela é vista em todo o tipo de organização onde a preocupação real é exaltar uma pessoa que é mortal como qualquer ser deste mundo, ao invèz de tornar prática enraizada no coração as palavras que pregam! As intenções daqueles que dizem levar a verdade é boa, não sei se agradável a Deus se elas não deixam de ser discursos inflamados de pavões para tornarem- se pratica!


Nada, absolutamente nada neste mundo irá mudar se duas leis básicas, simples e tão de acordo com o que deveria ser um humano forem práticas comuns: Amar a Deus(seja lá como você veja esse Deus) acima de todas as coisas e ao teu próximo COMO A SÍ MESMO!


Sem essas duas coisas, jamais se poderá ver através dos olhos de outra pessoas, consequentemente não se poderá colocar no lugar dela e muito menos saber que na verdade, não importa o corpo ou forma que a vida tem, onde ela se manifesta e o grau de evolução que alcançou...


TODOS SOMOS IGUAIS, TODOS SOMOS UM!

ESTAMOS EM TUDO E TUDO ESTÁ EM NÓS!

Fugir a isso, é assistir de braços cruzados o caos que o mundo está se tornando!

Quem seria capaz de pegar o seu melhor, o objeto que lhe é mais precioso para dividir?


"Quem dá, dá com alegria."

2 comentários:

rony disse...

GATOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

MUITO LINDO SEU BLOG

SE PRECISA SEMPRE CONTE COMIGO

SAUDADES DE VC

>^.^ disse...

Ronyyyyy!
Muitas saudades tbm, meu anjoooo!
Sei que sempre vou poder contar contigo, meu amigo tão queriidoo!
Conte comigo tbmpara o que der e vier!
Um meiawww especial pra vc!