segunda-feira, 18 de agosto de 2008

A Tua Falta

È de ti esta saudade
Em meu peito a pulsar
È minha, somente minha a solidão
Que deixas-tes em teu lugar
A tua ausencia me tortura
Faz triste o meu sonhar
Como um espinho cravado na alma
Minha porta abriu, comigo veio morar
O meu sonho feito em pedaços...
Vil como um capacho em cruz
Cai a noite, me perco, te chamo
Como preciso de tua luz
Só o silencio a mim responde
Neste momento de amargura
Em meu quarto sozinho
Continuo a procura
Entre os lençois que nos amamos
Sem ti , nada me compraz
Só tu não sabes LUCIA
A falta que tu me faz

Marinho Lopes


Nenhum comentário: