domingo, 6 de janeiro de 2008

ABRINDO JANELAS

Hoje é mais um dia que me decepciono intensamente com alguém!
Penso que nunca vou aprender essa lição: sempre estou me enganando com alguém!

A maioria das pessoas usam máscaras, e máscaras um dia caem!
Não tem problema... A vida é assim!
E ainda tem gente que não sabe de onde vem meu conhecimento, rs.
Seria muito mais fácil dizer, não é mesmo?
A cada tombo na vida, aprendi não só a cair, mas também a levantar!
Mas não, não gosto de representar algo para as pessoas pelo que sou exteriormente, pelo que posso representar, ou como vivo!
Pessoas que se gabam de diplomas, cursos e escolas que tem como função também condicionar as pessoas as verdades que eles querem não se sentem apenas realizadas alcançando um objetivo: acreditam que são melhores que as outras pessoas devido a isso.
Lendo as doces e tão sábias palavras de Marcio, medito o mal necessário em que certas coisas aconteçam. Doem, doem muito! O chão até some!
Mas é necessário... É decepcionando- se com as pessoas que sabemos bem quem elas são realmente!
Tudo bem... A vida não para e sempre seguirá seu curso!
Hoje, parece ter sido o dia em que mais fui humilhada em minha vida e no qual mais me decepcionei..
Tudo bem!
Hoje é só mais um dia!

Abri as janelas da vida
para ver o sol que nasce.
a esperança trazida a cada manhã,
faz-nos mais fortes para
enfrentar as fainas do dia.
É importante que a luz se espalhe
iluminando a tudo e a todos,
trazendo o sorriso incontido
da alegria, que precisa de espaço.

E importante o abraço que transfunde
a energia entre os que se tocam,
fazendo com que forças positivas
assumam nossos órgãos, vasos, veias
e explodam na boca,
numa gargalhada espontânea
só dada pelos que conseguem
entender a alegria de viver...

Dê-me sua mão.
vou levar seus sonhos
num passeio por campos
que jamais serão esquecidos.. .
Acompanhe meus passos
e trave conhecimento com a luz
que nos espera
numa primeira curva do caminho.

Seja feliz,fazendo alguém feliz.
Seja alegre alegrando quem o cerca;
viva a vida fazendo alguém
abandonar a escuridão da tristeza.
Abra a janela
e deixe seu sol nascer.

Marcio Kneipp

Nenhum comentário: